161017-policia-presosucuri-cleriston

Polícia prende o “Sucuri”, acusado de homicídios

Getúlio de Souza também é acusado de estupro

Polícia prendeu na manhã desta segunda-feira Getúlio de Souza Pinheiro, 30. Ele é mais conhecido pelo apelido “Sucuri”. É acusado de vários homicídios e até de estupro de vulnerável. A prisão aconteceu por agentes da Polícia Civil.
Ele foi preso durante cumprimento de mandado judicial por estupro de vulnerável: o crime teria acontecido em agosto de 2015 envolvendo uma criança de apenas 12 anos, em Rio Branco.

Segundo a polícia, ele também e acusado de assaltar um agente da Polícia Rodoviária Federal. Na ocasião, levou a arma e o carro.

“Sucuri” também está sendo investigado pela morte de pelo menos quatro pessoas nos últimos meses. Uma das acusações envolve um triplo homicídio no bairro Papoco onde dois homens e uma mulher foram mortos dentro de uma casa.

Ele é apontado também como autor da morte de um mecânico na Estrada do Calafate ocorrida na semana passada. Segundo a polícia, durante a prisão de “Sucuri”, foi encontrado com ele droga, dinheiro, uma moto roubada, duas pistolas e roupas que podem ter sido usadas nos crimes. Todo material foi apreendido, incluindo o distintivo do policial federal, vítima de assalto.

Segundo o delegado Rêmulo Diniz, “Sucuri” vai responder por crimes de porte ilegal de arma de fogo, assalto, tráfico de drogas, além de cumprir a pena de estupro (já condenado).

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*