Policiais Penais decidem encerrar manifestação em frente à Aleac

O acampamento era para forçar a volta da lei orgânica

Após 11 dias acampados em frente à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), os policiais penais decidiram suspender a manifestação nesta sexta-feira, 10, pois o Governo do Acre enviou um novo texto do projeto de Lei Orgânica para a Assembleia e ocorreu na ultima quinta-feira, 9, uma reunião com a equipe do Governo.

Segundo o Eden Azevedo, presidente da Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen), “houve uma reunião, a lei vai ser encaminhada ainda hoje, ou no máximo até segunda, então a questão do acampamento era pra forçar a volta da lei orgânica na Polícia Penal, a categoria vai apreciar os 3 pontos principais foram atendidos. Entendemos que existem alguns atrasos, mas em uma negociação nunca é 100%, mas a categoria vai deliberar, até porque há servidores de Brasiléia, Sena Madureira, Tarauacá, Cruzeiro do Sul, a assembleia vai ser hoje a noite e nós vamos deliberar se encerra os atos ou termina tudo. Mas por enquanto, o acampamento já atingiu seu único motivo, que era trazer a lei orgânica a assembleia legislativa”.

Se a categoria não concordar com o que foi colocado no texto, serão deliberados em assembleia geral quais os próximos passos. E sobre o banco de hora, se o projeto for aprovado, os policias voltam normalmente a atuar nos presídios.

Deixe uma resposta