thumb 2homicidios

Segunda-feira com noite sangrenta na Capital

Dois homicídios foram registrados em Rio Branco

Em um intervalo de pelo menos meia hora, dois homicídios foram registrados em Rio Branco na noite desta segunda-feira, 21. O primeiro aconteceu por volta das 21h , no bairro Seis de Agosto. Uma discussão por causa de uma bicicleta teria motivado o crime. O segundo assassinato ocorreu na Vila Betel, meia hora depois, onde Valnir Bezerra foi alvejado a bala por um desconhecido.

Seis de Agosto  

De acordo com a polícia, o primeiro homicídio da noite aconteceu por volta das 21h, quando um homem identificado pelo nome de Eliton Juca foi morto com três golpes de faca desferidos por um adolescente de 16 anos.

O crime ocorreu na rua Edson Mendes, no bairro Seis de Agosto, e a vítima teve morte instantânea, apesar de uma equipe do SAMU ter sido acionada para tentar socorrer a vítima, mas ao chegar ao local Eliton Juca já estava morto.

Segundo o que a polícia conseguiu apurar a vítima queria a bicicleta emprestada do adolescente que não emprestou, mas a vítima teria se apossado de um pedaço de pau e tentou tomar à bicicleta a força quando o menor que transportava uma faca na cintura desferiu três perfurações no peito de Eliton Juca que caiu no meio da rua já sem vida.

O menor de idade aproveitou o mento em que populares se voltaram para socorrer a vítima e fugiu na bicicleta levando consigo a arma do crime.

Vila Betel

A segunda morte aconteceu por volta das 23h30, no cruzamento das ruas LBA e Cruzeiro do Sul no bairro LBA, região do Calafate, quando Valnir Bezerra da Silva 42 anos, conhecido por Nico, conversava com um amigo quando dois homens em uma motocicleta modelo Titan de rodas brancas se aproximaram da vítima e efetuaram cinco tiros a queima roupa em seguida fugiram tomando rumo ignorado.

De acordo com moradores do bairro, a vítima era uma pessoa bastante querida e respeitada e não tinha inimigos, o que causou uma grande surpresa para os moradores, pois o alvo era mesmo Valdir já que o amigo dele não teve tempo de correr e estava a menos de um metro de distância e em nenhum momento os criminosos apontaram a arma para o outro homem somente contra Valnir.

Segundo suposição de familiares possivelmente o crime esteja relacionado a algum desentendimento da vítima durante jogos de futebol, pois era o único momento em que Valnir torna-se ignorante e muitas vezes intolerante.

Segundo testemunhas Nico teria sido morto na beira de um pequeno matagal que havia no cruzamento e arrastado por amigos até o asfalto.

A Polícia Militar esteve no local em buscas de detalhes do crime para tentar identificar e prender a dupla de criminosos. A vítima foi atingida oito vezes, diz perícia.

 

Deixe uma resposta