Homens invadem Hospital de Xapuri para impedir tratamento de vítima

Simed-AC já havia alertado gestores quanto a falta de segurança do local

O Hospital Epaminondas Jacome, de Xapuri, foi invadido por suspeitos de serem membros de uma facção na madrugada deste domingo (8), com o objetivo de impedir o tratamento médico de uma vítima de agressão. Dois servidores também foram agredidos com pauladas e ameaçados pelos criminosos.

O caso começou quando o Serviço Móvel de Urgência (Samu) foi socorrer uma vítima. Ao chegarem ao hospital, dois homens entraram na viatura para tentar impedir o atendimento e ameaçaram os servidores públicos, afirmando que colocariam fogo no veículo do Samu.

Os suspeitos saíram do local, mas voltaram com mais três comparsas, em seguida, invadiram o hospital e ameaçaram pacientes e servidores, agredindo trabalhadores que tentavam salvar vidas. Eles ainda arremessaram uma bicicleta contra as pessoas. Depois, a Polícia Militar foi chamada e ficou no local por pouco tempo.

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) coletou todas as provas para a responsabilização dos gestores, pois há anos a entidade vem alertando sobre a falta de segurança.

“Toda situação está sendo avaliada pelo nosso jurídico pra decidirmos qual o melhor encaminhamento, mas, agora, queremos dar um basta. Isso não pode mais ocorrer! Exigimos segurança em todas as unidades de saúde e a reativação de postos policiais dentro dos hospitais”, afirmou o presidente do Sindmed-AC, Guilherme Pulici.

Deixe uma resposta