280119-corrupçãomenores

TJAC condena monitorado por usar sobrinho para o tráfico de drogas

Acusado cumpria pena quando recebeu nova condenação

A 2ª Vara Criminal de Cruzeiro do Sul condenou um homem por tráfico, associação para o tráfico e corrupção de menor. O acusado cumpria pena no semiaberto e retornou para o regime fechado.

O monitoramento da Polícia Federal flagrou o dia em que o homem utilizou seu sobrinho para a entrega de quase meio quilo de entorpecentes e celulares no Instituto Socioeducativo. O adolescente estava vestido com sua farda escolar e levou o material em uma sacola plástica.

Segundo o processo, o acusado até então utilizava tornozeleira eletrônica, por isso sua movimentação era limitada. Mas no dia do flagrante, ele rompeu o equipamento para fugir. O acusado ainda justificou a fuga com uma suposta tentativa de homicídio.

Na análise dos celulares apreendidos foram constatados dados de negociações de drogas e fotos que confirmam os fatos denunciados. Então, o juiz aceitou que essas provas somadas aos depoimentos comprovaram que os atos flagrados não foram coincidência, mas sim uma prática efetiva.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*