18-05-21 operação-fake-bois

Três servidores públicos foram presos na “Operação Fake Bois”

Grupo criminoso agia com ajuda de servidores públicos

A Polícia Civil deu prosseguimento a “Operação Fake Bois” que está atualmente em sua 4ª fase, esta operação contou com mais de 50 policiais e sete delegados de quatro estados sendo eles Acre, Amazonas, Rondônia e Goiás.

A Polícia Civil deu cumprimento a sete mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão, sequestro de três veículos, apreensão de 950 bovinos e ainda o bloqueio em cinco contas bancárias no valor de R$ 2.966 milhões.

A Operação Fake Bois visa procurar um grupo criminoso que sonega impostos, eles agem tirando os gados do Acre e levando a outros estados como Amazonas, Rondônia e Goiás. Entre os presos há servidores públicos do Acre e de outros estados e também produtores.

O grupo criminoso transporta o gado do Acre e leva para propriedades arrendadas no Amazonas ou em Rondônia com o objetivo de levar a outros estados como Goiás para realizar a venda dos bovinos a outros estados como Mato Grosso e São Paulo.

De acordo com as investigações, o grupo criminoso chegou a movimentar em torno de R$ 24 milhões o que só seria possível com a ajuda de servidores públicos.

Deixe uma resposta