Banner BittarGEmaio2014

“A elite do Acre é petista”, diz Marcio Bittar

Deputado se refere à polêmica haitianos, Acre e São Paulo

“Quem é elite no Acre é a turma do PT”, foi com essa frase que o deputado federal Márcio Bittar(PSDB) se referiu a polêmica envolvendo os governos acreanos e paulistas sobre o envio de haitianos a maior cidade do país.

O parlamentar enfatizou que a problema era uma questão de tempo e que ele já tinha dito isto. Ainda sobre Tião Viana(PT), Bittar disse que o governador preferiu não apontar o verdadeiro culpado, neste caso, o próprio governo federal que, além de ser do mesmo partido, é responsável pelas políticas de fronteira.

Márcio também comentou a aprovação da PEC dos soldados da borracha no Senado Federal. “Não é o correto, mas foi o possível”, respondeu em relação ao pagamento de R$ 25 mil de indenização aos seringueiros que vieram para a Amazônia no período da Segunda Guerra Mundial.

Durante a sessão, um soldado da borracha fez duras críticas a deputada federal Perpétua Almeida(PC do B). Belizário Costa, de 96 anos, afirmou que a parlamentar não gosta do povo do Acre e que nunca mais iria vencer uma eleição.

Perpétua afirmou que o deputado federal Gladson Cameli(PP) foi o responsável pelo episódio. “Uma bobagem. Deputado Gladson não tem nada a ver com isso. Ele é um senhor que fez um desabafo. Quem não quis equiparar foi o governo petista”, rebateu o primeiro secretário da Câmara.

As declarações de Márcio Bittar foram dadas na última quinta-feira, 15, ao programa ‘Gazeta Entrevista’ da TV Gazeta/Record.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*