thumb moisesdiniz1

A vaga do Senado não é do PT, mas da FPA, diz Moisés

Declaração deu o tom do acirramento à disputa

O presidente do PCdoB/AC, Moisés Diniz, diz que a única vaga do Senado em disputa em 2014 não pertence ao PT, mas à Frente Popular. A declaração deu o tom do acirramento que comunistas e petistas vão travar até o período das convenções, quando as duas legendas vão pleitear o direito da candidatura única pelo lado do governo.
 
A cadeira em questão foi conquistada por Tião Viana (PT) em 2006, quando obteve a reeleição, e hoje é ocupada pelo seu suplente Anibal Diniz (PT). Em agosto o PT oficializou Anibal candidato ao cargo semanas após conferência comunista homologar a deputada federal Perpétua Almeida.
 
Apesar das especulações de rompimento do PCdoB com a Frente Popular, Moisés Diniz disse não ser esta uma possibilidade tratada no momento. “Se houver este rompimento iremos anunciá-la numa coletiva de imprensa”, diz o deputado.
 
“Não está em debate o PT ceder ou não ceder a vaga de senador, a vaga é da Frente Popular. Portanto, não cabe somente ao PT esta decisão, cabe à Frente Popular. Eu acredito que haverá maturidade do bloco para indicar o nome da deputada Perpétua Almeida para ser a candidata única”, ressalta.
 
O dirigente comunista diz acreditar no bom-senso na construção da candidatura ao Senado e numa “bela solução”.   

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*