24-05-21-joe-biden

Acre tem interesse em vacinas doadas pelos Estados Unidos

Joe Biden anunciou doação de 20 milhões de doses para países

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, do partido Democrata, anunciou durante o pronunciamento da última segunda-feira (17) a doação de 20 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para outros países. Os imunizantes são da Pfizer, Moderna e da Johnson & Johnson. 

Esses 20 milhões de doses se somarão a outros 60 milhões da Oxford AstraZeneca. A possibilidade de doação interessa ao Acre, tendo em vista as tratativas do Governo do Estado junto à Embaixada Americana aqui no Brasil.

Sobre o assunto, o governador Gladson Cameli afirmou que “confirmamos minhas previsões. Eu estive com o embaixador americano aonde ele me confirmou, que até setembro chegará 100 milhões de doses aqui no Brasil e após setembro mais 100 milhões”, afirmou.

“Se você fizer uma análise com o que chegou de vacinas aqui, já chegaram pra mais de 110 mil doses. Hoje mesmo chegaram quase 20 mil. E com o que já foi vacinado, com quem tem e com a previsão, eu continuo na minha tese de que até setembro estamos todos vacinados”, disse Cameli.

Apenas o México e o Canadá receberam vacinas doadas pelos americanos até aqui. Anteriormente, o governo do estado informou um acordo de compra de 700 mil doses do imunizante Sputnik V, produzido na Rússia, por meio do consórcio do Nordeste.

No entanto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou o pedido de uso emergencial, alegando inconsistência nos documentos apresentados pelo laboratório russo.

Enquanto vacinas americanas e russas não chegam, o Acre depende daquelas distribuídas Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI). O total recebido desde 19 de janeiro deste ano é de 318.600 doses divididas entre CoronaVac, Oxford AstraZeneca e Pfizer. Dessa forma, o Acre imunizou pouco mais de 11% da população.

Deixe uma resposta