thumb bittar2

“Agora, só Deus para retirar nossa candidatura”, diz Bittar

Declaração ocorreu durante evento de partidos de oposição

O primeiro-secretário da Câmara dos Deputados e pré-candidato ao governo do Acre, Márcio Bittar (PSDB), disse nesta terça-feira (1º) que “só Deus para retirar” a candidatura do partido ao Palácio Rio Branco. “Eu lamento a franqueza mas a unidade da oposição agora passa pelo PSDB”, disse o tucano.

A declaração ocorreu durante evento de partidos de oposição para filiar novas lideranças para formar as chapas proporcionais do próximo ano. Segundo o tucano, apesar de ver nestas coligações um importante fator para garantir certa independência do grupo, ele continuará a buscar a unidade da oposição.

Por enquanto o tucano tem acertado o apoio de PPS, PR, Solidariedade e PMN. DEM, PSD e PMDB estão com candidatura própria. O PP ainda não definiu posição por ter como interesse maior a disputa pelo Senado.

O parlamentar disse esperar reciprocidade dos demais pré-candidatos oposicionistas ao governo. “”No que diz respeito ao Boalom e ao Petecão nós os ajudamos em outras eleições, eu espero que agora eles nos retribuam”, afirma ele.

Na avaliação dele, porém, mais importante do que uma única candidatura, a oposição precisa estar preparada para enfrentar a Frente Popular. “Nós não temos mais o direito com as famílias, com nossos amigos e com o eleitor de entrar numa campanha de forma amadora.”

“Devemos ter respeito ao sentimento de mudança expresso pelas pessoas, de um exército que vai às ruas pedir mudança e oferecermos uma campanha profissional”, declarou ele.  

Deixe uma resposta