240917-cotidiano-sementesdemilho-agenciadenoticiasdoacre

Agricultores de Tarauacá recebem sementes de milho

Dez toneladas de sementes para 500 produtores

Quinhentos agricultores de Tarauacá receberam do Governo do Estado 10 toneladas de milho. A medida é avaliada por técnicos da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar como necessária à atividade agrícola. Na região, cada saca de semente é vendida, em média a R$ 200. Sem a ajuda oficial, quase ninguém teria condições de plantar.

Essa ação de governo acaba socorrendo o setor produtivo local em três bases: garantia da segurança alimentar das famílias; alimenta o ciclo comercial relacionado à agricultura familiar nos municípios; o excedente é comercializado por meio de programas de compra direta do produtor (Governo Federal e do Governo Estadual).

Ou o Governo do Acre faz esse tipo de ação, ou a exclusão social, êxodo rural e criminalidade se intensificariam muito mais. De acordo com dados divulgados pela Agência de Notícias do Acre (veículo oficial do Governo do Estado), o Governo do Acre destinou R$ 101 do orçamento para a agricultura familiar este ano. Desse total, R$ 14 milhões serão destinados a Tarauacá. A planificação desse recurso é feita pela Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar.

As sementes de milho híbrido serão distribuídas em cinco municípios: Bujari, Feijó, Manoel Urbano, Sena Madureira e Tarauacá.

“Em Tarauacá, a Seaprof possui três grandes frentes de atuação: o Programa Fundo Amazônia, responsável pelo fomento de uma agricultura sustentável, com implantação de sistemas agroflorestais, o Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), que atua na promoção dos Planos de Desenvolvimento Comunitários (PDC), e o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA), que promove cadeias produtivas, em especial a da fruticultura”, diz a agência do Estado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*