thumb bocalon

Bocalom assume oficialmente o DEM

Ex-tucano deixa claro que não vai abrir mão de concorrer ao governo

Os militantes do Democratas e de outros partidos de oposição, principalmente do PSDB, antigo partido de Tião Bocalom, lotaram o auditório da Firb/Faao para assistir a sua posse como presidente estadual do partido e para ouvir do presidente nacional do DEM, senador José Agripino, que Bocalom é o candidato natural ao governo do estado.

Também participou do evento o primeiro secretário do partido o deputado federal Onyx Lorenzoni. O senador Agripino disse que os números das últimas eleições transformam Bocalom no melhor caminho para vencer o partido que está no poder. E aproveitou para informar que o DEM no Acre agora tem visibilidade. “Passamos da água para o vinho”, acrescentou Agripino.

Bocalom não quis se aventurar em falar abertamente na eleição do ano que vem. Disse até que está disposto a renunciar à candidatura se for para o bem da oposição. Na prática não é bem assim, Bocalom conseguiu o comando do DEM para fugir da pressão de Márcio Bittar (PSDB) que cobra uma promessa, na qual, ele seria o candidato ao governo em 2014 e Bocalom o apoiaria. O ex-presidente do DEM, João Marcos Luz, chegou a fechar apoio a Márcio Bittar, com a intervenção o DEM agora tem candidatura própria no Acre.

O senador Sérgio Petecão, que costurou em Brasília a negociação para a intervenção no Acre, disse que a melhor saída para a disputa ao governo é a oposição lançar mais de uma chapa. “Se a oposição for inteligente vai colocar mais de um nome”, respondeu.

 

Deixe uma resposta