thumb camararbr2

Câmara aprova lei que incentiva polo moveleiro local

Com a nova regra, vendas devem crescer 40%

A Câmara de Vereadores de Rio Branco aprovou mais uma lei que pretende regionalizar as compras da prefeitura. Primeiro foi a merenda escolar, agora é o mobiliário. As carteiras escolares e móveis para as secretarias, a compra deve priorizar os produtos locais. A Capital tem um forte polo moveleiro que precisa ter mercado. A lei tem uma vantagem a mais, mesmo que o produto fabricado no Acre tenha o valor 10% maior que o móvel de fora, a compra pode ser realizada.

O projeto trás algumas exigências: como a marcenaria estar regularizada e a madeira  certificada. A prefeitura acredita que as licitações direcionadas ao mercado local vão ajudar a  aumentar as vendas em até 40%.

Um outro projeto que vai ajudar as empresas locais é do vereador Juracy Nogueira. No texto da lei há a exigência de as empresas que prestem serviço ou venda para o município comprem 30%  de material reciclado. Segundo o parlamentar várias empresas estão surgindo com esses novos produtos e precisam de espaço, e a melhor ajuda pode vir do setor público.

Deixe uma resposta