211217-politica-andremaia-portalquinari

Câmara de Senador Guiomard rejeita aumento da energia

Prefeito André Maia sofre derrota no parlamento

Em sessão extraordinária, a Câmara de Vereadores de Senador Guiomard derrubou a proposta do prefeito André maia (PSD) de aumentar a taxa de iluminação pública de 7% para 11%. A elevação de 4 pontos percentuais foi negada em votação apertada.

Houve empate de 4 votos a favor do projeto de lei do prefeito e 4 votos contra. O voto de Minerva foi dado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Senador Guiomard, Gilson Pessoa (PP). Dois vereadores da base de sustentação do prefeito se ausentaram. Até mesmo a vereadora Francisca Macêdo (PT), que faz parte da base de sustentação do prefeito, votou contra.

O prefeito André Maia foi procurado, por telefone e por redes sociais, para se explicar a respeito do projeto de lei que aumenta em 4 pontos percentuais a taxa de iluminação pública do município, a Cosip.
O assessor de imprensa da Prefeitura de Senador Guiomard, José Avelino, informou que os atuais recursos da Cosip “não são suficientes para investimentos no setor”.

A arrecadação mensal da Cosip oscila em torno de R$ 51 mil a R$ 55 mil. O presidente da Câmara de Vereadores, Gilson Pessoa (PP) já denunciou o prefeito no Ministério Público, acusando o gestor por improbidade administrativa, por usar o recurso da Cosip para o pagamento de conta de energia à Eletrobras.

O que representantes dos partidos de oposição a André Maia alegam é que o serviço de iluminação pública está deficitário na cidade. O serviço já mal executado desautoriza o prefeito a propor qualquer tipo de aumento.

Votaram contra o aumento

Celso Freitas (PSDB)
Fabrício Lima (PSDB)
Maria Claudia (PT)
Francisca Macêdo (PT)

Votaram a favor do aumento

Dioclécio Uchôa (PSD)
Cleilton Nogueira (PR)
James Queiroz (PR)
Irmã Chaguinha (PP)

Voto de Minerva contra o projeto de lei do prefeito

Gilson Pessoa

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*