0710-politica-elianesinhasique-cedida

Câmara tem apenas um vereador eleito

Eliane Sinhasique promete rigor

Depois de algumas sessões vazias, a Câmara de Vereadores de Rio Branco voltou a ter movimento. Os parlamentares que estavam em campanha retomaram as atividades nesta terça-feira, 07.

Dos seis candidatos, apenas Eliane Sinhasique (PMDB) conseguiu se eleger. A partir de janeiro, assume uma cadeira de deputada estadual. No seu lugar, na Câmara, ficará a suplente Lene Petecão, irmã do senador Sérgio Petecão.

A vereadora Eliane, que é a parlamentar de oposição, promete manter o discurso na Assembleia. Disse que vai ser boa fiscal, mesmo que o governador eleito seja da sua coligação.

“Eu quero fazer um trabalho sério. Se for para ser oposição serei responsável, e mesmo que Marcio Bittar, que é da minha coligação, seja eleito, eu vou fiscalizar com rigor”, prometeu.

Dos vereadores que perderam nas urnas, Raimundo Vaz foi o único que falou durante a sessão: agradeceu os votos recebidos e disse que não saiu derrotado. “Em Rio Branco fui o segundo candidato mais votado para deputado federal. Não saí eleito porque não tinha votos no interior. Esses quase 11 mil votos na Capital mostram que estou no caminho certo”, constatou.

Outros candidatos que não foram eleitos: Roselane; Marcelo Jucá; Rose Costa e Artêmio Costa. O vereador Rabelo Góes não conseguiu eleger a esposa a deputada estadual, e o vereador Clézio Moreira, não elegeu o irmão a uma das vagas na Assembleia Legislativa.
É bom os vereadores já analisarem a próxima eleição. Na Assembleia Legislativa, a renovação foi de 70%.

Deixe uma resposta