thumb Marcos-Lima-Verde

Câmara vai recorrer para não pagar salários de vereador preso

Marcos Lima Verde responde por crimes contra a liberdade sexual

População de Cruzeiro do Sul discorda da decisão judicial que determina que a Câmara continue pagando o salário de vereador para Marcos Lima Verde, que cumpre pena no presídio da cidade.

14 foram os vereadores eleitos em Cruzeiro do Sul nas últimas eleições e 14 são as cadeiras ocupadas por esses vereadores na Câmara Municipal. Mas, na folha de pagamento da casa, por determinação da justiça, 15 salários de vereadores serão pagos a partir de agora.

O vereador Marcos Lima Verde, acusado de cometer os crimes de estupro e favorecimento à prostituição em Cruzeiro do Sul, foi preso por esses crimes, solto e novamente conduzido à prisão, através de determinação da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre, que cassou a liminar de soltura do vereador alegando não haver ilegalidade em sua prisão preventiva.

Mesmo preso, Marcos Lima Verde deve continuar recebendo o  salário de vereador. A decisão é da justiça em Cruzeiro do Sul. Essa decisão indignou a população cruzeirense.   

Mas decisão judicial não se discute, cumpre-se e por esse motivo a Câmara Municipal já efetuou o pagamento referente a três meses para o vereador (afastado de suas funções), porém, o setor jurídico do legislativo municipal já entrou com um pedido na justiça para revogar tal decisão.

Segundo o presidente da casa, a Câmara não tem orçamento para manter os 15 salários de vereador.

Deixe uma resposta