thumb bancada-com-Mercadante

Casa Civil e Dnit garantem tratamento especial ao Acre

Bancada federal acreana esteve reunida nesta terça com ministros

Conforme encaminhado na reunião da bancada federal do Acre com o governador Tião Viana, senadores e deputados federais estiveram em audiência na tarde desta terça-feira (01), em Brasília, com o ministro da Casa Civil, Aloízio Mercadante e com o diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit), Jorge Fraxe, com o objetivo de pedir ajuda do governo federal para a grave situação enfrentada pelo Acre face a cheia do rio Madeira, em Rondônia (RO), que atingiu a marca histórica de 19,72m tendo baixado pouco para 19,69m.

“Nós nos reunimos com o ministro Mercadante, que assumiu o compromisso de montar um GT [grupo de trabalho] para tratar especificamente da calamidade do Acre. Depois, saímos para o Ministério dos Transportes para tratar do plano emergencial da recuperação da BR 364 entre Porto Velho e Rio Branco, no Dnit. E lá ouvimos do general Fraxe que trata-se de uma excepcionalidade e que não podem tratar uma situação dessas como normalidade”, informou o senador Aníbal Diniz.

Também estavam nas audiências, os senadores Jorge Viana e Sérgio Petecão, os deputados federais Sibá Machado, Perpétua Almeida, Flaviano Melo e Taumaturgo Lima num esforço conjunto e suprapartidário.

“Esse é um bom exemplo de como as coisas podem ser, principalmente em um momento de dificuldades. O desafio agora é fazer valer a força da bancada para ajudar o governo do Acre a vencer essa crise. Tem situações, como a que estamos vivendo, em que as diferenças partidárias precisam ser deixadas de lado. O governador Tião Viana tem feito o possível e o impossível para diminuir o sofrimento do nosso povo. Não tem sido fácil. É uma situação gravíssima. As consequências do isolamento que estamos vivendo serão grandes. Vamos viver tempos difíceis. Precisamos de união e muito trabalho”, escreveu o senador Jorge Viana em sua página no facebook.

Ainda segundo ele o compromisso do governo federal, por meio da Casa Civil, é reunir técnicos do governo federal, dos diversos ministérios, para fazer um levantamento detalhado da situação que o estado enfrenta durante e após a cheia do rio Madeira, e assim criar políticas públicas que possam ajudar o governo do Acre e a população no enfrentamento dessas dificuldades.

O senador Aníbal saiu confiante das audiências. “Estou mais aliviado, porque o general Fraxe assumiu que está consciente da gravidade do problema e, principalmente, porque ele anunciou que na reunião colegiada de amanhã, o DNIT vai assumir total responsabilidade por toda extensão da BR 364”, comentou.

Deixe uma resposta