thumb chinaeacre

Chineses querem comprar madeira e açúcar

Acre pode ser um ponto de referência

A comitiva chinesa formada pelo embaixador no Brasil Li Jinzhang, esteve reunida com o governador Tião Viana e representantes do  setor comercial do Acre para discutir e conhecer os produtos que podem ser vendidos para o país asiático via interoceânica, conhecida como estrada do pacífico.

Durante o encontro no Palácio Rio Branco, os chineses assistiram a um vídeo com os números da produção do Acre e conheceram um pouco da estrutura geográfica da região. Foi mostrado que num raio de mil quilômetros existe um mercado consumidor de 70 milhões de pessoas. Um fator que chamou a atenção dos chineses é a rodovia transoceânica, que liga Brasil aos portos peruanos que estão voltados diretamente para a China. Um produto saindo via Acre, seguindo pelo pacifico, até os portos chineses, chega 14 dias antes que um cargueiro que sai do atlântico no outro lado do Brasil.

Alguns produtos do Acre estão na lista de compra dos chineses, que é um dos maiores compradores de matéria prima do Brasil e o maior negociador do açúcar brasileiro.

A Zona de Processamento de Exportação em Senador Guiomard é um ponto estratégico para levar mercadorias para os portos peruanos, e existe uma busca dos chineses pelo marcado de madeira.

Deixe uma resposta