080519-politica-concurso

Concurso de desenho e redação da CGU é lançado no Acre

Evento abrange escolas da rede pública e particular de todo país

O lançamento da 11ª edição do concurso de desenho e redação da Controladoria Geral da União (CGU) foi na manhã desta quarta-feira (08). O evento é nacional e podem participar escolas da rede pública e particular de todo país.

A proposta de hoje é repassar para os coordenadores e diretores de escolas como esta edição do programa vai ser realizada. Com o tema Faça o que é certo, ainda que ninguém veja o desafio já foi lançado.

“A grande importância disso é a gente discutir esses temas com os jovens, falar sobre ética, moral, sobre o que o certo e errado para que mais no futuro eles venham assumir nossos lugares como gestores”, disse o Superintendente da CGU/AC, Ciro Oliveira.

“Não adianta só ensinar português, matemática, geografia e ciências se não ensinar humanidade, arte, desenho, música, dança então essa decisão da CGU, para nós da educação da Capital do Acre, é uma grande conquista que vamos abraçar com grande carinho”, falou o Secretário Municipal da Educação, Moisés Diniz.

Durante o encontro, todas as informações foram repassadas, e a ideia é transformar essas pessoas em multiplicadores para incentivar os alunos a participarem do concurso. A premiação para os três melhores trabalhos de cada uma das 14 categorias é um tablet.

O professor orientador também recebe prêmio. Vanda e Inarjara participaram do concurso ano passado, ficaram tão encantadas com a proposta que para esta edição já estão elaborando novas formas para conquistas dos alunos.

“Todos os anos que vem a temática no qual a escola já está trabalhando, mas com a orientação fica bem melhor para desenvolver esse trabalho, a gente ver que o comportamento das crianças vai se transformando, eles vão tendo e desenvolvendo essa consciência”, declarou a professora, Inarjara Gomes.

“As atividades que são praticadas na sala de aula é no nível da criança, todo o material, história em quadrinho dentro da turma da Mônica é uma coisa muito atrativa, eles gostam, ficam ansiosos para chegar o dia da aula para eles praticarem”, explica a Coordenadora da escola, Vanda Luzia.

Mas o desafio é grande. Geesse (GS) Freitas é novato no concurso, está conhecendo melhor a proposta da CGU e da Secretaria Municipal de Educação. Da teoria à prática, o coordenador está bastante confiante e já planeja a vitória para um de seus alunos.

“As crianças amam fazer isso, eles adoram desenhar, gostam muito de escrever e a nossa expectativa é das melhores e eu tenho certeza que na minha escola vai ter alguém premiado porque eles gostam de desenhar e são muito participativos”, concluiu o Coordenador de escola, Geesse Freitas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*