CPI do transporte coletivo é aprovada pela Câmara de Rio Branco

Proposta da vereadora Michelle Melo, do PDT, recebeu nove assinaturas

A proposta de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do transporte coletivo de Rio Branco, da vereadora Michelle Melo, do PDT, recebeu todas as assinaturas necessárias na sessão desta quinta-feira (19), e deve ser protocolada em breve.

O ofício para ser aprovado necessitava da assinatura de pelo menos seis vereadores, entretanto dos 17 parlamentares do município, nove assinaram o documento, são eles: Emerson Jarude (MDB); Fábio Araújo (PDT); Joaquim Florêncio (PDT); Francisco Piaba (DEM); Hildegard Pascoal (PSL); Michello Melo (PDT); Adailton Cruz (PSB); Ismael Machado (PSDB) e Lene Petecão (PSD).

Com a protocolação do documento, a mesa diretora da Câmara Municipal vai escolher os membros através dos partidos que mais tem parlamentares na casa, os escolhidos deverão compor a bancada julgadora. O objetivo da CPI é investigar os motivos pelo o qual o transporte público não funciona de forma adequada na capital acreana.

Juntos nós tivemos coragem para abrir essa caixa preta do transporte público, apurar todas as denúncias e entender de uma vez por todas porque os ônibus e o transporte público de Rio Branco não funcionam”, explica a vereadora Michelle Melo.

 

(Foto: Reprodução)

Deixe uma resposta