180119-politica-armamento

Datafolha: 71% das brasileiras não apoiam posse de armas

Assunto gerou grande repercussão nas redes sociais

O Instituto de Pesquisas do Grupo Folha, o Datafolha, divulgou essa semana uma pesquisa realizada entre os dias 18 e 19 de dezembro de 2018, onde o apoio à proibição da posse de armas é mais alto entre as mulheres do que entre os homens.

Foram realizadas 2.077 entrevistas presenciais em 130 municípios, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%.

Na pesquisa, 71% das mulheres entrevistadas se manifestaram contra a posse de armas no Brasil. Enquanto no grupo masculino, a rejeição veio apenas em 51% dos entrevistados.

O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas pra os Direitos Humanos (ACNUDH). Isso pode ser um favor a se levar em conta quanto ao posicionamento negativo das mulheres sobre ter uma arma em casa.

Nas redes sociais esses dados se confirmam. A hashtag #seleestivessearmado foi uma das mais usadas. Em sua maioria, por mulheres, que contaram relatos de casos de agressões, casos que se o agressor estivesse armado o resultado poderia ser a morte da vítima.

Posse de armas

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto, um decreto que facilita a posse de armas de fogo. O direito à posse é a autorização para manter uma arma de fogo em casa ou no local de trabalho, desde que o dono da arma seja o responsável legal pelo estabelecimento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*