281116-politica-tre-taianelima

Eleitores têm até quinta-feira para justificar ausência de voto

Demanda em cartórios aumenta com fim do prazo

O prazo para os eleitores que não votaram na última eleição justificarem está acabando. Com isso, a procura pelos postos de atendimento tem aumentado. A professora Maria Aparecida dos Santos foi uma das que enfrentou a enorme fila que se formou no TRE na manhã desta segunda-feira (28) para regularizar o título.

“Vim porque é o jeito mesmo. Porque sou obrigado vir. Se não fosse…”. Ela explica que deixou de votar porque não estava no Estado. “Eu deixei de votar porque estava fora do Estado fazendo tratamento de saúde”.

Maria Aparecida está correta. A regularização do título é uma obrigação do cidadão para que ele possa usufruir de alguns direitos como explica Renata dos Santos Maia, chefe de cartório da 10ª zona eleitoral.

“O título eleitoral é a prova do cidadão. Você, para ser cidadão e exercer todos os seus direitos de cidadania, você precisa estar com o título eleitoral em dia. E as pendências no título podem causar problemas desde a matrícula em instituições federais de ensino, posse em cargo público, até problemas de cancelamento de CPF”, entende Renata Maia.

Ela explica ainda que o fluxo aumentou não só por conta das justificativas, mas também porque, após as eleições, foi reaberto o atendimento para outros serviços. “O fluxo está muito grande, não só porque está aberto para justificar a ausência as urnas, mas também porque o cadastro esteve fechado durante todo o período de maio a outubro”.

Com isso ela faz o alerta. “As situações que não demandem solução tão imediata, se as pessoas puderem aguardar um pouco pra passar esse momento de demanda imediata para procurar a gente, a gente até agradece. Porque a gente tem limitação de atendimento e isso ocasiona uma demora excessiva”.

Os cartórios eleitorais do Estado funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os serviços disponíveis incluem inscrição eleitoral, regularização, recadastramento biométrico, impressão de segunda via, transferência de domicílio, entre outras solicitações.

Em Rio Branco, o atendimento é realizado no Fórum Eleitoral, localizado na Alameda Ministro Miguel Ferrante, bairro Portal da Amazônia, próximo à Justiça Federal.
Quem não votou no primeiro turno nas Eleições Municipais e não justificou tem até o dia 1º de dezembro (próxima quinta-feira) para procurar um cartório eleitoral.
Os documentos necessários são: documento oficial com foto e o título eleitoral.
Para efetivara regularização a pessoa terá que pagar ainda uma que varia de acordo com a situação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*