Banner GEErmilsonSena

“Elite brasileira foi responsável pelas ofensas”, diz Ermício Sena

Dilma Rousseff foi vaiada na abertura da Copa do Mundo

A última quarta-feira, 11, marcou a pré-convenção dos partidos que formam a Frente Popular do Acre. Pré-candidatos e principais lideranças compareceram ao evento. No encontro, ficou definido que o prefeito Marcus Alexandre(PT) será o coordenador da campanha em Rio Branco.

O presidente regional do Partido dos Trabalhadores fez elogios ao líder do executivo municipal. “O Marcus não espera acabar a lua-de-mel[com a população] para começar a trabalhar”, falou Ermício Sena.

Após a dedicação dada ao então diretor-presidente do Deracre que se tornou prefeito da maior cidade acreana, Sena disse que este é o momento de retribuir o apoio dado pelo governador Tião Viana(PT) em 2012.

Ermício afirmou que a apresentação dos candidatos da FPA para estas eleições deve ocorrer no dia 27 de junho. O presidente enfatizou que a intenção é realizar o evento de forma coletiva com as outras siglas que compõem a Frente.

Ao fim da conversa com o jornalista Alan Rick, Ermício Sena comentou sobre as vaias e xingamentos à presidente Dilma Rousseff(PT) na abertura da Copa do Mundo. Ele atribuiu as ofensas a um grupo que incentivou as pessoas que estavam no estádio.

Sena repudiou e atribuiu os atos a elite brasileira que não é favorável a administração petista. “Não vaiaram a presidente Dilma, mas uma pessoa que representa o Brasil”, pontuou. Apesar de recentes pesquisas apontarem queda de Rousseff nas intenções de voto, ele acredita na reeleição, em outubro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*