thumb marcusSecom acre foto sergio vale 1565

Em encontro, Fornek mostra euforia com relação a 2014

Marcus Alexandre prefere um tom mais cauteloso

O encontro realizado esta manhã no auditório da Aleac (Assembleia Legislativa do Acre) pelo PSDC foi ofuscado pelo prefeito Marcus Alexandre (PT) e seu líder na Câmara Municipal, Gabriel Forneck (PT).
 
Tudo ocorreu quando os petistas faziam análises de como a Frente Popular pode enfrentar as eleições de 2014. Enquanto o vereador se mostrou mais otimista e eufórico falando em ampla vantagem do governo na disputa, o prefeito preferiu um tom mais de cautela.
 
Pelos prognósticos feitos por Forneck, o governador Tião Viana (PT) obteria uma reeleição com vantagem de até 10% sobre o candidato da oposição, superando, assim, o resultado de 2010, quando menos de cinco mil votos separaram o petista do então tucano Tião Bocalom.
 
Para o vereador petista, mesmo com todos os ataques feitos pelos adversários, tentando debitar no governador os custos do escândalo da Operação G7, Tião tem conseguido se sobrepor a estes desgastes por conta dos impactos sociais das ações de seu governo.
 
Outro fator a pesar na reeleição do PT, avalia ele, será a unidade da Frente Popular. Já num tom mais cauteloso, o prefeito Marcus Alexandre disse ser necessário o respeito às diferenças e que as eleições de 2014 serão um duro embate. O próprio petista saiu de uma eleição apertada ao derrotar o PSDB no segundo turno em 2012.
 
O prefeito mostrou preocupação com o rompimento do PV de Henrique Afonso com a Frente Popular e disse ser necessária a unidade da Frente Popular. “Sempre estivemos junto e misturados. Então, a população dá o voto avaliando o conjunto. Precisamos atentar para isso”, diz ele ao avaliar o divórcio dos verdes com os governistas.

Deixe uma resposta