1508-politica-agendagladson

Em Tarauacá, Gladson se reúne com militares

Candidato também prometeu “lutar pela PEC 300”

A agenda do candidato ao Senado pela Aliança Por Um Acre Melhor, Gladson Cameli (PP), começou no final da tarde de quinta-feira (14). Ao lado do candidato ao governo Marcio Bittar (PSDB), eles caminhou pelas principais ruas do bairro Triângulo. A movimentação de militantes quebrou a rotina dos moradores, que receberam bem as propostas de Gladson e Marcio Bittar.

Depois Gladson ouviu os membros da diretoria da Associação dos Militares. O candidato ao Senado falou de compromisso de continuar lutando pela aprovação da PEC 300 e lembrou que Aécio Neves, quando esteve em Rio Branco, se comprometeu com a estruturação das polícias no combate a violência e no enfrentamento das drogas.

“No Senado, eu vou defender o fortalecimento da Polícia Federal para promover um maior controle na divisa do nosso estado com outros países. E tenham toda certeza de que eleito governador o Marcio Bittar vai fazer o mesmo trabalho com as polícias do nosso estado”, acrescentou.

A noite os apoiadores da candidata à deputada estadual Marilete Vitorino (PSD) promoveram um grande encontro de moradores com Gladson e Marcio. Até quem mora nos barrancos do rio Jordão, como a indígena Marli, fez questão de se manifestar favorável a maior aliança formada em todo o estado. Dona Maria Sombra, uma das maiores lideranças do município, disse que “Gladson é a esperança de renovação que o povo tanto esperava”.

Ainda na noite de quinta-feira, Cameli se reuniu com o grupo liderado pelo ex-prefeito Vando Torquato, que garantiu ampliar os apoios de militantes no município. Gladson lembrou que Tarauacá lhe deu em 2010, proporcionalmente, a maior votação de todo o estado.

“Tenho certeza de que não decepcionei esse povo. Nos meus dois mandatos como deputado federal liberarei mais de R$ 6 milhões em recursos para este município. E durante esses oito anos estive sempre presente ouvindo as pessoas. Estou muito feliz com o apoio que eu e o Marcio estamos recebendo das lideranças de Tarauacá.”, concluiu.

Deixe uma resposta