200219-fieac-seminario

Empresários participam de seminário na Fieac

Ação para esclarecer os incentivos fiscais concedidos

Para esclarecer sobre os incentivos fiscais concedidos no Acre, foi realizado na Federação da Indústria, FIEAC, o seminário sobre Engenharia e Planejamento Tributário dos Incentivos Fiscais Administrados pela SUFRAMA no Estado. O evento contou com a participação de empresários, contadores, federações, órgãos e de representantes do governo.

Para os empresários que investem na região, essa é uma oportunidade de esclarecer sobre o sistema tributário e poder melhorar os rendimentos.

O Empresário Jorge Tómas diz que a base de tudo é o conhecimento. “Nossa legislação, não só a da SUFRAMA, mas a legislação brasileira tem uma enorme complexidade. Muitas vezes, a gente como empresário, fica muitas vezes desconhecendo a real vantagem que tem estar numa região como esta. Esse é um seminário que está nivelando e levando conhecimento para os empresários”, afirma.

No evento, também foi apresentado aos empresários sobre os incentivos que possuem na área de livre comércio, como Cruzeiro do Sul, Brasiléia e Epitaciolândia e Amazônia Ocidental.

Esses esclarecimentos também ajudam contadores a encontrar saídas na lei para melhorar o trabalho das empresas.

“É um evento de suma importância (…) para que a gente possa de maneira correta ser esse elo de ligação entre a política de incentivo disponível e aqueles que precisam realmente receber esses incentivos para tentar desenvolver a nossa região que é tão carente de investimentos, de empregos”, explica o Presidente da Associação dos Contadores do Acre, Vandré Prado.

Para o Estado, esses incentivos utilizados de forma correta podem fortalecer a economia local e gerar mais empregos.

“É necessário ficar atento àquilo que é problema, comum, da política que tenha como fim resolver problemas pontuais do empresário para facilitar a geração de renda e emprego”, explica o Secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Gondim dos Santos.

A Coordenadora Regional da SUFRAMA em Rio Branco explica quais são esses incentivos fiscais.

“Os incentivos, na cidade de Rio Branco, seria o IPI, nas áreas de livre comércio, seria o PIS, FIS e administrados pelo Estado seria ICNS. Faz com que a empresa possa se fortalecer, ela possa crescer tendo um bom uso desses incentivos para que gere emprego, renda e crescimento da região”, conclui a Coordenadora Regional da Suframa em Rio Branco, Maria Thereza Costa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*