Ex-diretor do Hosmac é contratado para Upa do Segundo Distrito

Enfermeiro está sendo acusado de assédio moral e sexual contra servidoras

O mais novo contratado da Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Segundo Distrito é o enfermeiro Halisson Lima de Oliveira, ex-diretor do Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac), que foi exonerado no dia 21 de outubro, acusado de assédio moral e sexual contra servidoras da unidade.

Após 15 dias do afastamento do servidor, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) resolveu recontratá-lo, de forma temporária, para trabalhar no setor de classificação e risco da Upa do Segundo Distrito.

Halisson está sendo investigado pelo Ministério Público do Acre, após as acusações de duas mulheres que contaram aos promotores do caso, e para nossa equipe, que sofriam assédio na hora do expediente. O ex-diretor chegava a mostrar fotografias onde ele aparecia com mulheres nuas como se fossem prêmios.

A contratação do ex-diretor foi um dos temas de discussão na Câmara Municipal de Rio Branco na última quinta-feira (4). A vereadora Lene Petecão, quer saber onde foi parar o discurso do Governo do Estado, que afastou Halisson enquanto é realizada a investigação, mas antes mesmo da conclusão ele ganhou um novo posto.

Procurada, a Secretaria de Saúde não respondeu nossos questionamentos. Lene Petecão disse que vai levar o caso ao Ministério Público, pois segundo a vereador,a as servidoras da Upa do Segundo Distrito estão preocupadas e esperavam uma punição pelo ocorrido no Hosmac, e não o benefício de voltar a trabalhar como se nada tivesse acontecido.

Deixe uma resposta