VANDO TORQUATO DO NASCIMENTO

TCU condena ex-prefeito de Tarauacá

Déficit no orçamento chega a R$ 9 milhões

Mais uma prestação de contas do ex-prefeito de Tarauacá, Vando Torquato, é reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado. Desta vez foi a do exercício de 2009.  O TCE decidiu ainda instaurar três processos autônomos para investigar os gastos de Vando, principalmente, onde ele gastou R$ 9 milhões, já que os empenhos apareceram, mas não existem explicações onde o dinheiro foi aplicado.
O ex-prefeito fez a maior confusão no relatório do orçamento do município, no final havia um déficit de R$ 409 mil. Os restos a pagar de um ano para o outro não dava para cobrir as dívidas, o que é estritamente proibido pela lei de responsabilidade fiscal. Com diárias sem explicações, foram mais R$ 171 mil.
Além das contas reprovadas, e, ter, mais uma vez, o nome incluido na lei da ficha limpa, Vando Torquato foi multado em R$ 3.570,00.
O valor parece baixo, porém, dependendo do resultados dos três processos autônomos, ele pode vir a receber mais multas e condenado a devolver dinheiro aos cofres do município.
O primeiro processo é sobre o saldo financeiro de um ano para o outro; o segundo vai buscar as notas que comprovem o gasto de R$ 9 milhões do orçamento e o terceiro é a acumulação de cargos. O secretário de finanças, também era o contador e ganhava o salário pela secretaria e pelos serviços da contadoria. A folha de pagamento do ex-prefeito ajudou na reprovação das contas, Vando gastou com salários, quase 10% mais do que determina a lei.

Deixe uma resposta