Semipmdb

Flaviano participa de seminário sobre manifestações populares

Para o deputado, a juventude hoje “não abre mão de ser protagonista de sua própria história”

Com toda a linha de frente do partido presente, o PMDB promoveu, através da Fundação Ulisses Guimarães(FUG), nesta terça-feira(2), na Câmara dos Deputados, o seminário “Para onde a cidadania quer levar o Brasil”. Os expositores Paulo Baia (Ufrj),Tiago de Aragão (Grupo Arko Advice) e Renato Meireles(Instituto Data Popular) fizeram uma síntese crítica sobre a  mobilização popular que vem tomando conta do país. A palestra aberta ao público, para o deputado Flaviano Melo, foi uma demonstração que o PMDB “vem acompanhando atentamente o anseio das ruas”.

Os expositores foram unânimes em afirmar que as manifestações populares, recrutadas sobretudo pelas redes sociais, são novos mecanismos de pressão que servem para mostrar o anseio de inclusão do povo no processo político. Para os expositores, as novas camadas da população, fruto de conquistas sociais recentes, querem ter vez e voz no processo de tomada de decisão. E exigem ainda novas formas de mediação e , sobretudo, respeito as suas opiniões e expectativas.”Um sentimento legítimo”, segundo Flaviano.

Atualmente, de acordo com os expositores, a população economicamente ativa, sobretudo a mais jovem, exige serviço púbico de qualidade numa justa contrapartida da alta carga tributária que pesa sobre seu orçamento. E querem, ainda, ter um papel decisivo sobre seu próprio futuro, já que muitas instituições tradicionais de mediação  foram absorvidas, nas últimas décadas, pelos centros de decisão. Para Flaviano, a juventude hoje “não abre mão de ser protagonista de sua própria história”.

Papel do PMDB

O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp, afirmou que o partido sempre se preocupou em formar  quadros sintonizados com os anseios populares. E citou o Programa de Formação Política à Cidadania, da FUG. O vice-presidente da República, Michel Temer – ele mesmo um constitucionalista reconhecido- disse que “o movimento de hoje é fundamental para os costumes políticos”. Por seu lado, Flaviano disse estar  bastante contente já que as pesquisas constaram que o jovem acredita que o voto pode melhorar a situação brasileira. ”Uma prova de maturidade de nossa democracia”.

Deixe uma resposta