060317-politica-tiagocaetano-agenciadenoticiasdoacre

“Foram várias inverdades para atacar políticos”

Superintendente do Dnit questiona críticas de assessores

Com ajuda dos empresários de Cruzeiro do Sul, o Dnit conseguiu recuperar a cabeceira da ponte no Igarapé Cigana a 30 quilômetros do município. Na sexta-feira, a BR foi fechada porque havia o risco de a ponte desabar.

No sábado, o Dnit tentou levar uma ponte de ferro para o local, mas não conseguiu. Segundo o superintendente do Dnit no Acre, Tiago Caetano, os empresários de Cruzeiro do Sul ajudaram na recuperação das cabeceiras cedendo máquinas e barro. “Com esse trabalho em conjunto, conseguimos, na tarde de domingo, liberar o tráfego de veículos” ressaltou.

O desbarrancamento gerou mais uma discussão política. Nas redes sociais, assessores buscavam culpados pelos problemas da BR-364 de Rio Branco a Cruzeiro do Sul. O governo chegou a afirmar que a culpa pelos buracos na rodovia são dos próprios empresários que não respeitam o limite de peso dos caminhões.

Para a superintendência do Dnit, todos esses ataques só atrapalham a busca de uma solução. “Foram várias inverdades nas redes sociais, apenas para atacar esse ou aquele político. Precisamos dos empresários. São eles que garantem o abastecimento dos municípios do Juruá. E, mesmo com todas as dificuldades, estamos mantendo a estrada aberta”, explicou.

Durante a entrevista, Tiago Caetano lembrou que o Dnit tem em caixa R$ 25 milhões para começar o serviço de recuperação da rodovia e até julho deve ter o aporte de mais R$ 100 milhões. Com isso, vai garantir o trabalho nos pontos mais complicados.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*