Secretário de Saúde procura polícia após receber ameaças de morte

Frank Lima afirma que as conversas de negociação são falsas

O secretário municipal de saúde, Frank Lima, foi a Delegacia Central de Flagrantes (Defla), nesta segunda-feira (26), registrar um boletim de ocorrências após a circulação de um vídeo nas redes sociais onde ele é ameaçado por um suposto integrante de uma organização criminosa, e por prints de uma suposta conversa que ele afirma serem falsos.

No vídeo divulgado durante o final de semana, uma pessoa com o rosto coberto e segurando uma arma aparece ameaçando o secretário devido às denúncias do suposto assédio cometido por Frank Lima a servidoras da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A pessoa do vídeo afirma que uma das servidoras que denunciou o assédio é esposa de um membro da organização criminosa e que agora essa organização iria se vingar.

Após o vídeo, também foram divulgados prints de uma suposta conversa entre o secretário e um integrante de uma organização criminosa, onde o faccionado exige dinheiro.

Lima afirmou que essas conversas são falsas e que seu celular está à disposição do delegado que for investigar o caso. “Meu cargo desperta muita cobiça pelo trabalho que a gente vem fazendo e eu não posso me dobrar a esse tipo de situação, isso é crime cibernético e a delegacia precisa investigar”, declarou Lima.

Informações do repórter Adailson Oliveira para a TV Gazeta

 

Deixe uma resposta