Governador afirma que não decidiu sobre vice; Márcia Bittar é opção

A decisão sobre o vice-governador ou vice-governadora do Estado, será feita em reunião nesta quarta-feira (29)

Foto: Cedida

O governador do Acre, Gladson Cameli, do Progressistas, afirmou em entrevista a imprensa, nesta segunda-feira (27), após assinatura as ordem de serviços para dar continuidade da obra de duplicação da rodovia AC-405, que ainda não decidiu sobre a escolha do vice-governador ou vice-governadora do Estado, mas não descartou possibilidade de Márcia Bittar ser a escolhida.

“É uma indicação do senador da república e de um partido de um presidente da república. Então, é um nome de peso. Eu não estou aqui nessa história para dizer o que eu não quero, pois o que eu quero é que nenhum o partido depois diga que não foi ouvido”, explica Cameli.

Além disso, ele também afirmou que não gostaria de falar desse assunto neste momento, devido que ainda faltam 30 dias para o início eleitoral, e que não pretende perder aliados.

“Eu tenho evitado falar sobre esses assuntos, pelo fato do que, pra não antecipar o período eleitoral, porque sem eu falar nada, já tá aí as confusões, imagina quando abro a boca e digo qualquer coisa sobre esse assunto. O PL é um partido do presidente da tepública, naturalmente ele estará na chapa majoritária, e si o nome dela for o escolhido, não terá problema de minha parte. O que eu quero é com o povo. O que eu não quero, é perder aliados, nós temos que aglutinar”, afirma o governador.

Por fim, ele disse que toda decisão a respeito do vice-governador ou vice-governadora, será decidida nesta quarta-feira (29), em reunião com todos os partidos.

“Eu quero evitar algumas falhas que aconteceram em 2018 da minha parte, por exemplo, de não ouvir os demais. Então, vou colocar todo mundo na mesa, nesta quarta-feira e nós vamos sair da de lá com o nome consenso. Eu quero dizer que eu não vou de forma alguma, politicamente, criar problemas para que venham ter problemas entre eu e o senador. Tenho que ver o que a maioria vai escolher, analisar, e assim resolver essa situação”, conclui o governador.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*