100419-visita-gov-aleac

Governador faz visita surpresa aos deputados na Aleac

Gladson anunciou o aumento de emendas parlamentares

A visita inesperada do Governador Gladson Cameli durante sessão da última terça-feira (9) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) surpreendeu os deputados estaduais. A presença, não anunciada causou impressões positivas até mesmo na oposição.

O anúncio, por exemplo, do aumento no valor das emendas parlamentares, passando de R$ 200 mil para R$ 500 mil, foi um desses temas.

“Essas emendas parlamentares são em benefício da população do Estado do Acre aonde os deputados fazem a indicação de onde eles querem que sejam gastos esses valores e o Governador também pediu aos parlamentares que preferencialmente e também um percentual grande fosse para saúde, educação e segurança pública no qual eu concordo integralmente que são as áreas que nós mais temos problemas no Estado do Acre”, disse o Deputado Estadual (MDB), Roberto Duarte.

Outro assunto que gerou polêmica na Aleac, e tudo indica que a partir de agora vai ser esclarecido, é em relação a indicação de nomes para assumir tanto a Agência Reguladora do Acre (Ageac) quanto o Acreprevidência. A questão é que, por lei, os nomes precisam ser primeiro aprovados pelos deputados para depois ir à nomeação. Mas na prática, não era bem isso que estava ocorrendo.

“Parece que a partir da visita do governador ontem na Aleac que reconheceu que houve realmente um atropelo no encaminhamento dessas designações, a Assembleia fez o que deveria fazer no uso das suas atribuições legais e hoje no Diário a gente já observou a exoneração da senhora Maiara e pelos rumores que tem surgido na casa, também vai acontecer o mesmo no Acreprevidência então acredito que o governo tem que caminhar do zero”, declarou o Deputado Estadual (PT), Daniel Zen.

Em tese, a visita surpresa do governador aos deputados parece ter sido uma forma de valorizar os parlamentares e pode, inclusive, ter sido interpretada como um pedido de trégua em benefício do Estado.

“O Governador vem de surpresa, sem combinar, sem aquele protocolo todo, senta no plenário com a gente, discute os problemas do Acre, expõe algumas ideias. Eu entendi como um gesto sublime, um gesto de uma pessoa que tem muito respeito pela Assembleia Legislativa, não só pela base, mas também pela oposição”, concluiu o líder do Governo na Aleac, Gerlen Diniz.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*