251017-politica-governadortiaoviana-tvgazeta

Governador Tião Viana critica organizadores do “Fora Temer”

Governador assina termo de posse das viaturas policiais

Durante a solenidade de entrega de 18 viaturas para reforçar o trabalho dos agentes de Segurança Pública, o governador Tião Viana criticou a postura de partidos que organizam a mobilização “Fora Temer” no Encontro de Governadores realizado na sexta-feira.

“Essa oposição que de dia se esconde do presidente da República e a noite vai tomar cafezinho e levar farinha pra ele de presente não está à altura de entender o problema das drogas, não está à altura de entender os problemas da violência do Brasil”, afirmou Tião Viana.

O 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal acontece na quinta-feira (26) e discute temas ligados ao Meio Ambiente, Segurança Pública, Comunicação e Turismo. O Fórum de Governadores reúne chefes de Executivo de todo país e conta com a presença do presidente Temer (o presidente, até o encerramento deste texto, não cancelou agenda em virtude dos problemas de saúde).

A agenda é fechada a governadores, assessores e técnicos e deve contar com cerca de 400 pessoas. Na sexta-feira (27), o encontro é com todos os governadores do país. Nesse dia, o debate será centralizado em segurança e controle das fronteiras e o combate ao narcotráfico.

Centenas de autoridades já garantiram presença em ambos os eventos. “Esse é um debate atual que vai envolver os governadores, o consorcio dos governadores por mais crédito, mais financiamento, por mais infraestrutura e mais industrialização, e o trabalho de pactuação de cooperação também na área de segurança e turismo que nós governadores vamos fazer”, disse o governador o acre, Tião Viana.

No primeiro encontro, autoridades de países sul-americanos também participam, a exemplo do governador do departamento de Palaza, no Equador, Antônio Guilherme Kubes, que já está no Acre. “Nós vamos compartilhar a experiência mútua para trocar ideias, projetos. Devemos avançar na área de proteção dessas áreas e proteção de nossa gente”, disse o governador equatoriano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*