Governo afirma que cores do Parque da Maternidade são para promover inclusão

De acordo com o titular da Seinfra, Cirleudo Alencar, as cores variadas serão distribuídas pelos cinco pórticos do Canal da Maternidade

Segundo o Governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), deu início ao projeto de revitalização visual do Parque da Maternidade, em Rio Branco, para homenagear pessoas com deficiência e promover a inclusão social de crianças, jovens, adultos e idosos. Foram utilizados tons de azul, verde e branco que representam o autismo.

Em outro pórtico serão utilizadas as cores laranja e amarelo que representam a calma e harmonia para crianças, além do verde e laranja que representam saúde e vitalidade, dentre outros tons.

De acordo com o titular da Seinfra, Cirleudo Alencar, as cores variadas serão distribuídas pelos cinco pórticos do Canal da Maternidade.

“A pintura do portal faz parte de um novo contexto de ressignificação proposto pelo governador Gladson Cameli para tornar o local inclusivo, visto que com a pandemia o Acre perdeu muitas pessoas, foi idealizado a utilização de cores com representatividade para a população. Além disso, serão realizadas obras de melhorias para garantir o pleno funcionamento do parque em relação à iluminação e a pavimentação das pistas para os pedestres, ciclistas e veículos”, destacou.

Foto: Ascom
Foto: Ascom

O Parque da Maternidade foi inaugurado no ano de 2002 e é um dos pontos turísticos mais importantes da capital. Conta com 7 km de extensão e seu percurso passa pela parte central da cidade. Desde sua inauguração, poucas manutenções foram realizadas.

 

 

Deixe uma resposta