260817-politica-cidadedopovo-gislainevidal

Governo entrega mais 217 casas no Cidade do Povo

Francisco e esposa estavam nos barrancos do Preventório

A solenidade de entrega de mais 217 casas no Cidade do Povo aconteceu na manhã deste sábado (26), próximo às quadras que serão endereço dos novos moradores do complexo habitacional. Entre os beneficiados estava o garçom José Francisco de 29 anos.

Ele apareceu em reportagem exibida há dois meses na TV Gazeta, e noticiada no site Agazeta.net, que mostrou as condições da moradia no bairro Preventório. A antiga moradia em área de risco era o tema da reportagem e nela o trabalhador reivindicava uma casa digna já que estava inscrito na Sehab desde o ano de 2011.

Agora, Francisco celebra a conquista.

“Graças a Deus olharam por nós, o governo, e com ajuda de vocês também, a imprensa, que foram lá na minha casa meses atrás a ajudar a ganhar essa casa. É um começo de vida. Onde eu estava, tava muito perigoso morando só eu e minha família lá. Tava ruim a subida e descida. Agora, não. É um canto melhor pra gente viver, urbanizado, com transporte… tô feliz com recebimento da minha casa”, disse.

José Francisco morou por 27 anos em área de risco e agora vai para o bairro Cidade do Povo, o lugar é equipado com diversos serviços públicos como unidades de saúde, educação, assistência social.

Com mais essa entrega de unidades habitacionais, o projeto chega ao número de 3.348 casas que abrigam mais de 15 mil moradores. “São mais mil moradores hoje no Cidade do Povo que vão descobrir seus caminhos. Que saem de áreas destruídas pelo inverno rigoroso e vem pra um lugar com equipamentos públicos onde nós, com o Governo Federal, já investimos 350 milhões de reais para dar dignidade para essa comunidade que perdia tudo quando a alagação vinha e destruía”, enfatizou o governador Tião Viana.

A nova etapa do projeto é licitar 284 lotes para a venda aos servidores públicos.

Mesmo com todo esse investimento do Governo Federal, o Cidade do Povo é, atualmente, um dos bairros mais perigosos de Rio Branco. Na sexta-feira, o Governo do Estado prometeu manter 50 policiais de forma permanente para tentar diminuir o número de crimes ocorridos na região.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*