230118-politica-febre-amarela

Governo libera 25 mil doses de vacinas contra febre amarela

Intenção é evitar que surto da doença se espalhe pelo país

A febre amarela já vitimou dezenas de pacientes na Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. O surto nesses estados preocupa pela gravidade do problema, é que a doença pode matar em até sete dias.

A transmissão é feita por meio de um mosquito infectado com o vírus. A única forma de prevenção é a vacina, que só precisa ser tomada uma única vez e imuniza a vida toda.

No Acre, desde 1942 não há um caso registrado. Mesmo livre da febre amarela durante todo esse tempo, é necessário tomar a vacina, que é obrigatória a todo cidadão a partir dos nove meses de vida. A Secretaria de Saúde do Estado disponibilizou 25 mil doses nas Unidades Básicas de Saúde de todos os municípios do Acre.

“Ela sempre esteve disponível. Isso faz com que boa parte da nossa população já esteja imune. O que a gente alerta, é que procurem uma sala de vacinação mais próxima, aquelas pessoas que possuem duvidas se foram vacinadas ou não, e pessoas que realmente não foram vacinadas,” disse o diretor de vigilância em saúde da Sesacre Moisés Viana.

Os sintomas da doença são semelhantes aos da dengue, como: dor de cabeça, febre e mal-estar.

Para quem ainda não se vacinou, vale lembrar que as unidades de saúde funcionam de segunda a sexta-feira. “É uma doença grave, que rapidamente pode levar a óbito, então quanto mais rápido a pessoa procurar uma unidade básica de saúde melhor.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*