301017-politica-iapen-tvgazeta

Grupo denuncia irregularidades em concurso do Iapen

Processo seletivo não foi defendido por gestores

Um grupo de pessoas procurou os deputados para pedir ajuda quanto ao processo simplificado do Instituto Penitenciário do Acre (Iapen) na contratação de agentes provisórios. Eles alegam que foram injustiçados, porque apresentaram os requisitos pedidos no edital, como por exemplo, a experiência e cursos na área, mas mesmo assim, ficaram fora da lista de classificação.

Um candidato, que não quer ser identificado por medo de represálias, explica que ex-militares do exército conseguiram pontuação maior do que os agentes que trabalharam no ano passado provisoriamente, e que por isso sairiam na frente por ter experiência na área. “Essas pessoas só tem experiência dentro do quartel e pede no certame que o cara tem que ter experiência prisional, se lá, a cadeia é só pra pegar o soldado e ele fica detido lá,” explicou ele.

A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB-AC) foi quem recebeu o grupo na Assembleia Legislativa do Acre. “Inclusive há uma denuncia aí de apresentação de certificados falsos, o Ministério Público já está envolvido, já foi provocado para tomar uma providencia com relação a isso, porque é preciso excluir dessa lista de classificados as pessoas que não verdadeiramente a conclusão dos cursos necessários para exercer essa função”.

Ao todo, são setenta vagas para agentes provisórios. O contrato vale por um ano. “Nós procuramos o governo, procuramos o Ministério Público, e até agora, nada praticamente foi feito,” reclamou o candidato.

Sinhasique disse quais medidas serão tomadas agora, “a gente vai consultar a nossa assessoria jurídica pra dar o suporte necessário a esse grupo que está se sentindo prejudicado”.

A Secretaria de Gestão Administrativa é a responsável pelo processo seletivo. A pessoa que cuida desse setor não quis dar entrevistas, mas relatou que não há irregularidades e que todos os critérios foram explicados no edital.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*