13892799092 14be6f6cc5 z

“Há chances de não apoiarmos a Dilma”, diz Flaviano

“Queremos uma mulher e que seja do Juruá”, afirma Flaviano

O deputado federal Flaviano Melo(PMDB) foi um dos convidados do ‘Gazeta Entrevista’, na noite da última quinta-feira, 17. Entre os assuntos da conversa com o jornalista Alan Rick, ele falou do atual cenário político da presidente Dilma Rousseff.

Pesquisa divulgada pelo Ibope revela que a presidente caiu 12% em menos de um mês. “Ela está caindo pelo que está acontecendo”, disse. Flaviano referiu-se a polêmica compra de uma refinaria americana pela Petrobras.

Melo afirmou que a disputa de outubro vai ser interessante e ainda demonstrou dúvida dos nomes que seguem para o segundo turno. O federal acredita ainda que a reeleição de Dilma pode não se concretizar.

Ele comentou o desentendimento entre governo e PMDB. O partido é o maior do país e faz parte da base aliada. Flaviano Melo argumentou que a presidente desrespeitou a sigla. “Há chances do PMDB não apoiar a Dilma”, expôs.

No cenário local, Flaviano foi questionado sobre o nome a vice-governador que irá compor a chapa de Márcio Bittar(PSDB). “Queremos que seja mulher e do Juruá. Antônia Sales é um bom nome”, argumentou.
Já em relação a maior enchente já registrada no rio Madeira, em Rondônia, Flaviano descarta qualquer relação com as hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio. “Foram chuvas em excesso que nunca aconteceram”, explicou.
Ao fim da entrevista, Melo apontou que a cheia mostrou a dependência do Acre com as demais regiões do país. “Temos produção, mas é insuficiente para a demanda. Essa é a grande verdade. O fenômeno da natureza mostrou isso”, finalizou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*