181017-politica-desmatamento-agenciadenoticiasdoacre

Inpe aponta redução de 34% do desmatamento ilegal

Dados do instituto se referem ao Acre

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou resultados do estudo sobre o desmatamento ilegal na Amazônia. Os dados apontam que o Acre reduziu em 34% essa prática. A análise foi realizada por meio do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes).

A pesquisa foi realizada no período entre agosto de 2016 a julho deste ano. A redução do desmatamento em toda região amazônica foi de 16%.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Edegard de Deus, outro dado relevante é que em 13 anos, de 2004 a 2017, o Acre conseguiu reduzir em 66% o desmatamento ilegal. Isso, segundo ele, graças à política de preservação lançada pelo governo.

“Tem sido feito uma politica de comando e controle, então um forte trabalho de fiscalização e ao mesmo tempo um incentivo a produção sustentável, tanto na floresta com o manejo madeireiro, manejo do açaí, da borracha, da castanha, como também a ocupação sustentável das áreas abertas pra não ter novos avanços do desmatamento da floresta primaria,” explicou o secretário.

Segundo o diretor do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Paulo Viana, outro fator que refletiu na redução do desmatamento no estado é a fiscalização. “Na medida em que ela não só autua, fiscaliza e multa, mas também, ela faz ações de educação ambiental e nesse caso, deste ano, tivemos uma inovação que foi a vinda da Secretaria de Educação com o programa ‘Quero Ler’, que fez com que as escolas e professores se envolvessem nesse trabalho”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*