thumb indice

Marina e Barbosa poderiam forçar o 2º turno, diz pesquisa

Margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos

De acordo com dados divulgados pelo Datafolha, neste domingo (23), apenas a entrada de Joaquim Barbosa e Marina Silva como candidatos à presidência poderia gerar um cenário que resultaria no segundo turno nas eleições presidenciais em 2014.

Neste cenário hipotético testado nos dias 19 e 20 de fevereiro, Dilma Rousseff (PT) continua liderando a pesquisa de intenção de voto com 40%. Marina Silva (PSB) soma 17%, Joaquim Barbosa (sem partido) pontua 14% e Aécio Neves (PSDB) fica com 12%. Como somados eles possuiriam 43% dos votos válidos, seria necessário realizar o segundo turno das eleições.

Como a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, não é possível garantir que de fato ocorra um segundo turno.

Com Eduardo Campos no lugar de Marina, que receberia 8% dos votos, a soma dos adversários cai para 38%, com Barbosa somando 16% e Aécio 14%. Neste caso, a candidata a reeleição recebeu 42% das intenções de voto.

Deixe uma resposta