Banner Desembargadoresnovos

Laudivon e Júnior Alberto serão empossados nesta sexta-feira

Novos desembargadores foram eleitos pelo critério merecimento

Os membros da Corte de Justiça Acreana vão se reunir nesta sexta-feira (4) para a Sessão Solene que dará posse a dois novos desembargadores. Os juízes de Direito Laudivon de Oliveira Nogueira e Júnior Alberto Ribeiro passarão a integrar o Tribunal de Justiça, após terem sido escolhidos pelo critério de merecimento há duas semanas.

Eles respondiam até então, respectivamente, pela 1ª Vara Cível e 3ª Vara de Família da Comarca de Rio Branco.

A solenidade de posse acontece na sede do TJAC, a partir das 19h30min, e será prestigiada por membros e representantes de outras instituições e poderes, como Executivo e Legislativo.

A escolha

Os trabalhos da 3ª Sessão Extraordinária do Tribunal Pleno Administrativo do ano de 2014 se propôs ao preenchimento das vagas destinadas a membros da Magistratura Estadual. Eles foram conduzidos pelo desembargador-presidente Roberto Barros, que também foi o relator dos dois processos administrativos.

O voto foi justificado com base nos critérios legais previstos, bem como a pontuação aferida em cada um dos elementos, como a produtividade, a presteza, o aperfeiçoamento técnico e a adequação ao Código de Ética de cada um dos candidatos.

Foi apreciado em um primeiro momento o processo administrativo nº 0001543-20.2012.8.01.0000 – instaurado em virtude da vacância do cargo ocorrida com a aposentadoria do desembargador Feliciano Vasconcelos em 2012.

O relator do processo apontou a lista tríplice com os seguintes nomes: 1º Laudivon Nogueira, 2º Elcio Sabo e 3º Júnior Alberto – sendo acompanhado pela maioria dos membros da Corte: desembargadores Eva Evangelista (decana); Samoel Evangelista, Pedro Ranzi, Adair Longuini e Waldirene Cordeiro.

Segunda vaga

Em seguida, os desembargadores procederam com a votação relacionada ao processo administrativo nº 0000205-74.2013.8.01.0000, para o preenchimento da vaga surgida com a aposentadoria do desembargado Arquilau Melo em 2013.

O desembargador-presidente Roberto Barros definiu a seguinte lista tríplice: 1º Elcio Sabo, 2º Júnior Alberto e em 3º lugar José Augusto.

Ele também foi acompanhado pela maioria dos membros do Tribunal Pleno Administrativo.

No entanto, o juiz Júnior Alberto Ribeiro acabou sendo proclamado como novo desembargador por figurar pela terceira vez consecutiva em uma lista tríplice de acesso ao desembargador pelo critério de merecimento. Isso é legal e está previsto no artigo 93, inciso II, da Constituição Federal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*