Banner CupulaOpisicao

Líderes da oposição negam apoio à presidenta Dilma

Ideia de convidá-los foi do senador Jorge Viana (PT)

A declaração do senador Jorge Viana (PT) de que procuraria as principais lideranças do PP, PMDB, PR e PSD para convidá-los a aderir à campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) não foi bem recebida pelos líderes dos referidos partidos.

Embora os partidos citados acima sejam da oposição ao governo petista no Acre, em âmbito nacional, eles fazem parte da base de apoio a presidente Dilma, portanto, para Jorge Viana, não faz qualquer sentido que tais partidos apoiem outro candidato a presidente que não seja Dilma.

Ao saberem da pretensão do senador petista, os líderes dos partidos foram categóricos ao afirmar que “não há a menor possibilidade de subirem ao palanque da presidenciável do PT”.

O presidente do PP no Acre e candidato ao Senado pela Aliança por Um Acre Melhor, deputado federal, Gladson Cameli, afirmou não existe nenhuma orientação da sigla nacional os direcionando para declarar apoio a Dilma.

“Não orientação alguma da nacional no sentido de apoiarmos a presidente Dilma em sua reeleição. E eles sabem muito bem da nossa posição aqui no Acre. Levando em consideração que o PP é quem manda no PP, Jorge Viana já sabe qual será nossa resposta”, disse.

O presidente do PMDB, deputado federal Flaviano Melo, declarou que a direção nacional da sigla sabe de sua posição no Acre em relação ao PT.

“Embora o vice na chapa de Dilma seja de meu partido, não há a mínima possibilidade de abraçarmos essa causa. Todos sabem do meu posicionamento aqui no Acre em relação à candidatura da Dilma. E a direção do meu partido, o PMDB, também sabe que aqui no Acre não tem acordo com o PT”, disse Flaviano.

O presidente do PR, Ilderlei Cordeiro, afirmou que as alianças locais já foram feitas e todas estão com o aval da executiva nacional, sendo assim, não há nada o que conversar com o senador Jorge Viana.

“A executiva nacional concordou com todas as alianças feitas a nível loca, logo, quanto a essa questão, não há nada a ser conversado”, declarou.
O presidente do PSD, senador Sérgio Petecão, foi irônico ao comentar as declarações do senador petista.

“Totalmente descabida essa declaração do Jorge Viana. Eles nos chama de ladrões e incompetentes, e agora quer dialogar? Não há conversa. Vou esperar para ver se ele tem essa coragem de me ligar e propor diálogo”, questionou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*