thumb rodrigotk

Tarauacá: TRE decide futuro de prefeito somente em outubro

Defesa de Rodrigo não quer comparação com James Gomes

O TRE adiou mais uma vez o recurso impetrado contra o prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno do PT. A chapa concorrente nas últimas eleições recorreu ao TRE para condenar o prefeito por várias denúncias, entre elas, compra de votos.

A defesa do prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno quer enfatizar que o processo que tramita no TRE não é igual à ação que o prefeito de Senador Guiomard, James Gomes responde. “No caso de Tarauacá, quem entrou com um pedido de investigação foi a chapa derrotada, no caso de Senador Guiomard é absolutamente diferente. Quem ingressou com a ação foi o Ministério Público”, disse o advogado Emerson Pereira.

Na última terça-feira, a corte eleitoral adiou mais uma vez, o julgamento do recurso, interposto pela chapa concorrente de Damasceno nas eleições de 2012. Por enquanto o julgamento permanece com dois votos a um, pela condenação do prefeito petista. Como o desembargador Samoel Evangelista pediu vistas dos autos, o julgamento pode entrar em pauta ainda na sessão de amanhã.

Na ação movida por Marilete Vitorino e seu vice, o atual prefeito de Taraucá é acusado de compra de votos, distribuição de brindes, divulgação de pesquisa eleitoral não registrada, entre outros. Segundo a defesa, acusações infundadas com objetivo de macular a imagem do prefeito. Rodrigo afirma que está tranquilo, afinal já foi absolvido na primeira instância e pelo Ministério Público Eleitoral do município. “Nós estamos confiantes e que o voto do relator será mantido com os demais desembargadores que ainda em para votar”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*