thumb pinto

“Meu nome está à disposição”, disse Rodrigo Pinto

Pinto foi o vereador mais votado em 2008

Mais novo integrante da Frente Popular do Acre, Rodrigo Pinto filiou-se ao Partido Trabalhista Nacional(PTN) no inicio deste mês. Vereador mais votado nas eleições de 2008 na capital acreana, ele participou do ‘Gazeta Entrevista’ da última quarta-feira, 16.

Pinto comentou sobre o episódio de descontrole emocional que se envolveu em abril do ano passado. Ele afirmou que estava passando por momentos difíceis, mas não revelou detalhes. Durante seis meses, o ex-vereador estava no Rio de Janeiro a tratamento.

“O Rodrigo Pinto que você conhece está de volta, equilibrado”, disse. Ele foi diagnosticado com transtorno bipolar. Atualmente, o ex-parlamentar informou que ainda toma medicação para controlar ansiedade.

Ele não poupou críticas aos colegas que faziam parte do mesmo grupo político. “A oposição virou as costas para mim. Em nenhum momento ninguém me abraçou”, argumentou. Rodrigo Pinto ainda falou do PMDB. Agradeceu a oportunidade e revelou que guarda mágoas.

“Sou idealista, assim como meu saudoso pai[Edmundo Pinto], mas a política não é tratada dessa forma”, enfatizou. Rodrigo Pinto relembrou o episódio da pré-candidatura ao governo estadual. Sozinho, ele recebeu a responsabilidade de conseguir R$ 4 milhões para a campanha.

Agora, em outro momento político, Rodrigo jamais pensou em desistir da vida pública. Sobre as eleições do próximo ano, Pinto tem intenções em disputar o pleito: “meu nome está à disposição sim. Não nasci para desistir e minha conduta política não mudou.”

Deixe uma resposta