280817-politica-mapa-assessoria

Ministério divulga nota sobre polêmica da Peixes da Amazônia

Empresa está sob Regime Especial de Fiscalização

A assessoria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou nota a respeito da polêmica sobre o lote de 18 toneladas em que foi diagnosticada presença da bactéria Salmonela spp. A nota apenas reforça a situação tal como está.

O Mapa diz que, de fato, o lote estava com salmonela, mas, diferente do que informou o Governo do Acre (que afirmou que parte do lote não havia sido comercializado), o texto do ministério obriga a empresa acriana a retirar o produto contaminado do mercado. “A Peixes do Amazonas terá que retirar imediatamente o produto suspeito do mercado, reavaliar suas práticas de fabricação e apresentar plano de ação para a correção dos problemas encontrados”, orienta a nota.

O documento divulgado pela assessoria do ministério não afirma quando será feita a divulgação de mais um exame “a um laboratório credenciado pelo Mapa”. A íntegra do texto vai a seguir:

NOTA DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

A Superintendência Federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Acre (SFA/AC) informa que no dia 17 de setembro foram apreendidas 18 toneladas de peixe fresco, estocadas no entreposto Peixes do Amazonas S/A.

A medida foi tomada, pois foi detectada presença da bactéria Salmonela spp, em um dos lotes de onde foram coletadas amostras. A análise do pescado foi feita no Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), de Goiás, que confirmou a existência da bactéria.

O lote com a salmonela foi destruído e o Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal da SFA/AC determinou que sejam encaminhadas para análise, amostras do produto que ficou estocado. O material será enviado a um laboratório credenciado pelo Mapa, devido ao grande volume e pelo fato do produto ser perecível, exigindo análise rápida.

A Peixes do Amazonas terá que retirar imediatamente o produto suspeito do mercado, reavaliar suas práticas de fabricação e apresentar plano de ação para a correção dos problemas encontrados. A empresa foi autuada e ficará sobre Regime Especial de Fiscalização (REF) até que todas as falhas sejam corrigidas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*