020218-politica-haitianos-tvgazeta

Ministério do Trabalho divulga ranking de imigrantes

Haitianos lideram lista após fenômeno da imigração

Dados do Ministério do Trabalho apontam que haitianos lideram o número de imigrantes que conseguiu emprego com carteira assinada no Brasil. A estatística pode ser considerada natural, até porque os haitianos chegaram em grande número nos últimos 5 anos.

De 2010 até 2015, 43,3 mil imigrantes entraram no Brasil pelo Acre. Dessa turma, quase 38 mil eram haitianos que atravessaram a fronteira, principalmente nos anos de 2013 e 2014. Outro grande grupo que passou pelo Acre foi de senegaleses, mais de 5.000.

Todas essas pessoas fugiam da miséria dos seus países e tentavam conseguir uma renda no Brasil. Em 2016, e no ano passado, o ciclo migratório reduziu. A crise econômica fez sumir os empregos no Brasil. Muitos haitianos voltaram para o país de origem.

Muitos tiveram sorte na busca por uma renda e conseguiram emprego.

Dados da RAIS (a relação de informações sociais do Ministério do Trabalho) mostram que mais de 26 mil haitianos estão com carteira assinada no Brasil. A maioria trabalha nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Os números apontam que o Acre era apenas rota de passagem. São apenas 3 haitianos que conseguiram emprego formal no Estado. Segundo o setor de imigração do Estado, os imigrantes que chegavam ao Acre não queriam ficar na região Norte.

Quando se busca o quadro de empregos para imigrantes, os peruanos lideram o ranking no Acre: são 56 no total contra 51 bolivianos, sendo a maioria médicos. Já colombianos são 7; italianos 4 e portugueses e uruguaios 3.

Quanto aos haitianos, quase 500 deles conseguiram empregos no Amazonas e Rondônia, estados vizinhos ao Acre.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*