Banner EmylsonFariasGE

MMA na cadeia: secretário garante punição

Governo anuncia posse de mais 200 novos concursados

O secretário de Polícia Civil, Emylson Farias, assegurou no programa Gazeta Entrevista de terça-feira que haverá punição no caso de prática de luta dentro das celas do presídio Francisco de Oliveira Conde. “O caso está sendo apurado e os envolvidos serão responsabilizados criminalmente”, prometeu.

O secretário também fez um balanço da operação Impactus. Na sétima edição, dez pessoas foram presas e 12,5 quilos de cocaína apreendidas. O secretário afirmou que a polícia já realizou a prisão de 99 pessoas e outros 139 quilos de entorpecentes apreendidos em todas as edições da Impactus. “A operação vai continuar sendo ao longo do ano”, expôs.

A maioria das detenções está relacionada aos crimes de roubo, furto e execuções por causa do tráfico de drogas. Farias confirmou que a reincidência é expressiva, mas “a polícia não tem o olhar preocupado com a frustração”.

Nos cálculos do governo, “o Acre é o estado que mais promove prisões no Brasil. Isso não é bom, mas é a repressão”, argumentou o secretário. Apesar dos investimentos, como a aquisição do scanner 3D, Emylson Farias ressaltou que o grande problema da polícia brasileira é o crime de furto. De acordo com ele, este tipo de delito não deixa provas.

Ao fim da conversa com o jornalista Rogério Wenceslau, o delegado anunciou que em agosto, 220 novos agentes serão empossados para fortalecer o sistema de segurança pública do Acre.

Deixe uma resposta