080118-politica-rodrigopires-divulgacao

Movimento “Livres” vai continuar a atuar no Acre

Rodrigo Pires: transição partidária honesta

O movimento político “Livres” no Acre também formaliza desvinculação ao PSL, mas continua a atuação de formação de quadros. A saída está sendo tomada em todo o país após o presidente do partido, Luciano Bivar, oficializar Jair Bolsonaro como candidato à presidência da República.

“Luciano Bivar trocou um antigo projeto PSL Livres por uma pré-candidatura. São dois caciques políticos com uma mesma ambição: projetos pessoais de poder”, disse o agora ex-presidente do PSL/Livres no Acre, empresário Rodrigo Pires.

Em todo país, o movimento Livres está com jovens sendo formados em cursos de lideranças em diversas frentes: na área política e empresarial. Essa qualificação de quadros vai ser mantida. “A ideia, para 2018, é fortalecer um movimento suprapartidário e intensificar as qualificações dos jovens em todo país”, disse Pires.

No Acre, o PSL tem aproximadamente 300 filiados. Vinculados ao movimento Livres são cerca de 50 pessoas. Desse grupo, atualmente, 10 estão em Londres fazendo curso de Gestão e Política. Na campanha eleitoral, o grupo já anuncia que vai elaborar um projeto de Governo fundamentado em princípios liberais e vai entregar aos pré-candidatos ao Governo do Acre. “Nós vamos fazer uma transição partidária honesta”, prometeu.

No vídeo que fez para as redes sociais e divulgado neste fim de semana, Rodrigo Pires disse que o Fórum da Liberdade (encontros que mantém com jovens no interior do Acre) vai continuar. O grupo já percorreu 16 cidades.

Sérgio Bivar critica entrada de Bolsonaro

A entrada de Bolsonaro ao PSL mereceu críticas da liderança nacional do movimento Livres, Sérgio Bivar, filho do deputado Luciano Bivar, presidente nacional do partido.

Mensagem de Sérgio Bivar, filho de Luciano Bivar, presidente do PSL

“Aos meus olhos, Bolsonaro é como Lula, um candidato antissistema, carismático, com ares messiânicos de justiceiro, dotado de uma visão estatista e autoritária, que surfa na demagogia. Ainda que ele venha sendo assessorado por liberais no campo econômico, não acho que tenha convicções sobre a matéria, o que faria seu possível governo imprevisível”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*