0310-politica-danilolovisaro-wesleymoraes

MP promete austeridade no cumprimento da legislação eleitoral

Promotor fala sobre restrições nesta reta final

Durante participação no ‘Gazeta Entrevista’ da última quinta-feira, 2, o promotor do Ministério Público, Danilo Lovisaro, comentou sobre o assunto. Para coibir possíveis práticas ilegais, a instituição deve contar com 300 fiscais e veículos de apoio no processo eleitoral.

Lovisaro ainda comentou sobre o que pode e o que não pode no domingo.

O que é permitido

“No dia da votação, o eleitor pode manifestar ser apoio a candidatos ou partido político. Porém, é preciso que seja de forma individual e silenciosa”, destacou.
O que não é permitido
“O transporte de eleitores só pode ser feito em veículos autorizados pelo TRE.”, enfatizou.

“Quaisquer propaganda política está proibida”, enfatiza.

“O dia da eleição não é dia de pedir voto”, explica.

“Compra de voto é corrupção eleitoral”, pontuou.

Além disso, a venda e consumo de bebida alcoólica ficam proibidos entre o meio-dia de sábado, 4, e às 20h de domingo, 5.

O promotor explicou que o Ministério Público conta com o disque-denúncia. Qualquer caso ou suspeita de irregularidade pode ser levado à instituição. O telefone é o 9931-1121.
“Pedimos que denunciem os fatos ao Ministério Público, a Polícia Federal para que tomem as devidas providências e que possamos ter uma eleição tranquila e democrática”, concluiu.

Deixe uma resposta